Páginas

domingo, 15 de dezembro de 2013

RESUMO POLITICO DA CIDADE.

 - Primeiro preciso dizer que alguns políticos da cidade estiveram em Porto Alegre, em uma “entrevista” com a Policia Federal. O que será que querem com eles? Será que tem alguma investigação em andamento? Mas de uma coisa podemos ter certeza, a PF, não parou nunca!!

- O PSB de Cidreira fez reunião de filiação na Câmara de Vereadores, dizem que com plenário lotado, e 42 filiações. Com a presença do Deputado Estadual Miki Breyer, todos fecharam acordo em torno do seu nome em 2014. E os discursos de protesto com o governo municipal foram a tonica da reunião, na presença do vice-prefeito, todos foram unanimes em dizer, que se não houver espaço para o partido no próximo ano, vão saltar da barca.
O vereador Milico, atual secretario, lançou seu nome como candidato a prefeito em 2016, e diz  que não aceita ser vice, pois no governo do PMDB, “vice não manda nada”.
O Vereador Nequinho da Maquina, que também tem pretensões ao cargo no executivo, diz que “não será mais candidato a vereador”. Parece ser uma ruptura política, mas com a intenção direta de atingir ao governo municipal. Mas os que conhecem a política do município, não há nada que não se resolva com algumas vaguinhas a mais, no ano de 2014.

- Outro assunto que esta forte na cidade, e circulando até nos corredores da Assembleia Legislativa, é que em breve teremos mudanças em uma bancada da nossa Câmara de Vereadores, dizem que um vereador irá renunciar ao cargo. Esta mudança se realmente ocorrer, poderá gerar a cassação do suplente que deverá assumir, por infidelidade partidária, afinal jurou apoio ao PMDB no ano de 2014.

Um comentário:

  1. o cenário político de Cidreira deve mudar sim, há muito descontentamento e os eleitores estão caindo na real, com o passar do tempo acabamos descobrindo que não precisamos eternamente de quem deseja nos subjugar. seria importante uma nova visão, mas que abrangesse a todos e sem aquelas tão comuns discriminações, simplesmente pq voce estava do lado de lá.Creio que haverá uma frente capaz de mapear a necessidade da mudança. nada pode ser eterno e subjugador como vem ocorrendo aqui na nossa cidade. Romper significa coragem de fazer o novo e com gente nova. vamos aguardar os próximos anos. Tudo muda ou tudo permanece como está, depende de união e de todos nós.

    ResponderExcluir