Páginas

sexta-feira, 16 de março de 2012

COMEÇAM AS PARALIZAÇÕES NA PC/RS.

Em assembléia, agentes da Polícia Civil decidem parar por dois dias no RS.
Foto: Ugeirm
Em assembleia realizada nesta sexta-feira (16) no Palácio da Polícia, agentes da Polícia Civil aprovaram paralisação de dois dias, na quarta (21) e quinta-feira (22) da semana que vem. A decisão surgiu após a assembleia rejeitar a proposta apresentada nesta semana pelo governo gaúcho. Os agentes reivindicam os mesmos índices de aumento concedidos à cúpula da Polícia Civil.

Pela última proposta do governo, o salário inicial de investigadores de 1ª classe (mais baixo da categoria) iria de R$ 1.758 para R$ 3.114 e de comissários (mais alto) passaria de R$ 4.035 para R$ 8.633, em parcelamento até 2018. Enquanto isso, os delegados acordaram calendário de reajustes com o governo gaúcho, podendo chegar a 2018 com salários de até R$ 24 mil – quase R$ 15 mil a mais do que os comissários. Os agentes criticam a falta de equivalência nas propostas e não abrem mão de uma aplicação vertical de aumentos, com o objetivo de reduzir o desnível salarial na Polícia Civil.

Após o fim da assembleia, os agentes saíram em caminhada. A ideia é fazer uma concentração no Palácio Piratini, como forma de pressionar o governo a aceitar as exigências da categoria.

Texto: Sul21

Nenhum comentário:

Postar um comentário