Páginas

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

OPERAÇÃO CIDREIRA, JÁ SÃO 19 OS PRESOS.

Escutas telefônicas levaram polícia a traficantes presos no Litoral Norte e na manhã desta sexta-feira ocorreram 19 prisões em Cidreira e Quintão.

O delegado Paulo Perez, responsável pela operação que prendeu uma quadrilha de tráfico de drogas no Litoral Norte na manhã desta sexta-feira, afirmou que as conversas gravadas por meio de escutas telefônicas foram fundamentais para desarticular o bando. As prisões ocorreram em Cidreira e Quintão.

— Setenta e oito escutas telefônicas já estão degravadas e comprovam o acerto entre os envolvidos para a venda da droga. Numa delas, inclusive, há confissão de autoria de um homicídio.

No áudio citado pelo delegado, Adriano Rodrigues Nunes, 37 anos, confessa ao líder da quadrilha, Lori Adornes, 34 anos, a autoria de um homicídio ocorrido em 27 de novembro, na Rua Adriano Raposo Tavares, em Quintão. A vítima, identificada como Altair Souza Pureza, 33 anos, foi morta com três tiros.

A investigação começou há seis meses, quando oito traficantes foram presos e um quilo de crack e um veículo foram apreendidos. A droga, principalmente crack, era adquirida em Porto Alegre, no bairro Sarandi e Campo da Tuca.

Mais de 500 escutas telefônicas foram analisadas. Ao menos 70 policiais civis e 50 militares participam da operação. Foram identificados cinco pontos de tráfico em Quintão e sete em Cidreira.

Zero Hora
Eduardo Matos  

Um comentário:

  1. Parabéns ao delegado e toda equipe pelo serviço, temos que terminar com estes traficantes que tanto prejudicam nossa sociedade...

    ResponderExcluir