Páginas

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

TWITTER É PARA O BEM OU PARA O MAL?

O perfil @HomofobiaSim, que em apenas um dia angariou mais de 15 mil seguidores no Twitter, vem causando indignação entre os usuários do Twitter. Ativo desde o início desta quinta-feira (18), o @HomofobiaSIM defende abertamente, como o próprio nome sugere, a discriminação a homossexuais e a violência contra mulheres.

"Um viadinho brasileiro foi espancado, ai que está o erro, ele deveria ter sido é morto, acabe com Aids, mate um gay", diz uma mensagem, em alusão ao episódio em que jovens de classe média alta espancaram homossexuais na avenida Paulista, em São Paulo, no último fim de semana.

No início deste mês, outra polêmica, dessa vez envolvendo preconceito contra nordestinos, foi registrada no microblog.

As mulheres também não são poupadas no perfil criado hoje. "Se você não bate na sua mulher, ela não ira te levar a serio", escreveu o autor. "As mulheres que defendem os homossexuais são hipócritas. Nenhuma mulher que se preze quer ter um filho gay", diz outra mensagem.

Sem se identificar, o autor do perfil, conseguiu, em poucas horas, ser seguido por mais de 15 mil pessoas no serviço de microblog. As frases não demoraram a receber críticas - e até mesmo apoio - de alguns internautas.

"Gayzada!!! não adianta, vocês nunca serão casais normais perante a sociedade, pq isso da nojo", escreveu o twitteiro @Jefferson_Az. "Desde criança eu tenho trauma de aranhas, aracnofobia. Se eu tiver trauma de gays eu sou preso? @HomofobiaSIM", disse @lizandrorosberg.

"Espero que essa pessoa seja presa, ta entendendo @HomofobiaSim espero que vc seja preso e que NUNCA SAIA DA CADEIA", escreveu @MafiaLadyMilano. "Demorou pra rastrear o @HomofobiaSIM e enquadrá-lo sob as penas da lei (apologia a crime etc etc). Jaula nele!", disse @camilorocha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário