Páginas

terça-feira, 5 de outubro de 2010

URNAS CONSAGRAM LUCIANO AZEVEDO

Com votação superior a 59 mil votos, o deputado estadual Luciano Azevedo (PPS) foi reeleito neste domingo e terminou a disputa entre os 15 mais votados do Estado.

Pela segunda vez, foi o deputado estadual mais votado da história de Passo Fundo, ultrapassando 32 mil votos apenas no município. Além disso, Luciano foi o deputado reeleito que registrou o maior crescimento percentual em relação à eleição de 2006. De um total de 30.929 votos em 2006, ele passou para 59.466 votos na disputa de domingo, aumentando a votação em 92%.
Demonstrando que a comunidade aprovou o primeiro mandato de Luciano, o resultado das urnas coroa o trabalho realizado pelo deputado nos últimos quatro anos, quando dedicou-se à busca de recursos para os municípios gaúchos e apresentou propostas para melhorar a vida da população. Luciano também foi responsável pela formação do PPS em mais de 200 municípios. “A votação recebida supera o que imaginei em meus sonhos mais otimistas e me enche de alegria. Só posso agradecer a todos que confiaram no meu trabalho “, enfatizou.
Representante de Passo Fundo na Assembleia Legislativa, Luciano afirmou que os mais de 30 mil votos recebidos na cidade aumentam o compromisso de trabalhar para conquistar ainda mais para os passo-fundenses. “Fico ainda mais comprometido com Passo Fundo. Trabalhei muito para estar presente na cidade e para que a população se sentisse representada. Passo Fundo sempre esteve em primeiro lugar”, ressaltou. Luciano elogiou o desempenho de Diogenes Basegio (PDT), que também representará Passo Fundo no Parlamento, e de Beto Albuquerque (PSB), reeleito para a Câmara Federal. “Vamos trabalhar juntos por Passo Fundo”, salientou.
Sobre o trabalho de formação do PPS no interior do Estado, Luciano disse estar satisfeito com os resultados obtidos. Segundo ele, é necessário dar sequência ao crescimento do partido em todas as regiões, motivando as lideranças municipais e conquistando mais adesões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário