Páginas

terça-feira, 10 de agosto de 2010

OVNI, VOCÊ ACREDITA?

No Diário Oficial da União do dia 10 de Agosto de 2010, foi publicada a Portaria Nº 551/GC3, que regula o procedimento a ser tomado pelos oficiais brasileiros no caso de encontrarem algum “objeto voador não identificado” (ovni). Conforme a portaria, os casos deverão ser registrados e encaminhados ao Arquivo Nacional.

Penso, que a Aeronáutica estar regulamentando as aparições, não deve ser por simples desejo do comandante da Aeronáutica, e sim pelo grande numero de aparições que tem ocorrido e visualizações feitas por militares e pilotos.


Sou daqueles que acredita que deve haver vida em outros mundos, e porque não, afinal as explicações de, onde viemos e para onde vamos ainda é uma incógnita.

Veja a Portaria:

PORTARIA No- 551/GC3, DE 9 DE AGOSTO DE 2010.

Dispõe sobre o registro e o trâmite de
Assuntos relacionados a "objetos
voadores não identificados" no âmbito
do Comando da Aeronáutica.

O COMANDANTE DA AERONÁUTICA, de conformidade com o previsto no inciso XIV do art. 23 da Estrutura Regimental do Comando da Aeronáutica, aprovada pelo Decreto nº 6.834, de 30 de abril de 2009, e considerando o que consta do Processo nº 67000.001974/2010-61, resolve:

Art. 1º - As atividades do Comando da Aeronáutica (COMAER) relativas ao assunto "objetos voadores não identificados" (OVNI) restringem-se ao registro de ocorrências e ao seu trâmite para o Arquivo Nacional.

Art. 2º - O Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (COMDABRA), como órgão central do Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro (SISDABRA), é a organização do COMAER responsável por receber e catalogar os registros referentes a OVNI relatados, em formulário próprio, por usuários dos serviços de controle de tráfego aéreo e encaminhá-los regularmente ao CENDOC.

Art. 3º - O Centro de Documentação e Histórico da Aeronáutica (CENDOC) é a organização do COMAER responsável por copiar, encadernar, arquivar cópias dos registros encaminhados pelo COMDABRA e enviar, periodicamente, os originais ao Arquivo Nacional.

Art. 4º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 5º - Revoga-se a Nota No C-002/MIN/ADM, de 13 de abril de 1978 e o Aviso No S-001/MIN, de 28 de fevereiro de 1989.

Ten.-Brig. do Ar JUNITI SAITO

Um comentário:

  1. Concordo com você.Se os ovnis não existissem seria muito estranho duas instituições, como a Aeronáutica e o Arquivo Nacional, aceitarem regular sobre essas ocorrências - uma normatizando os procedimentos convenientes e outra preservando esses documentos. Infelizmente existe muita gente que enfia a cabeça na terra como a avestruz e se recusa até a pensar no assunto.

    ResponderExcluir