Páginas

quinta-feira, 24 de junho de 2010

POLICIA FEDERAL

Nem de longe a Polícia Federal do RS parece unida em torno da candidatura do ex-ministro Tarso Genro ao Piratini.
. Tarso levou apoio dos delegados, mas nesta quinta-feira ao meio dia o pessoal administrativo foi para a rua dizer o que pensa, ocupando espaço nobre da Esquina Democrática, onde promoveu ruidosa manifestação.
. Uma das faixas não deixou dúvidas contra quem os protestos foram feitos:

- Tarso Genro, com sorte tu serás governador do Rio Grande do Norte.
Texto e foto, Blog do Polibio

Um comentário:

  1. Eu sou autora do texto da faixa, composta entre o caminho de minha casa e trabalho em uma manhã de indignação para com o tratamento que estamos recebendo do Governo Lulla.

    E também, porque como gaúcha, não posso compactuar com um candidato a representar meu Estado, que não honra com a palavra empenhada.

    Acredito que esta deveria ser a postura da maioria dos gaúchos e gaúchas, mas falta uma mídia sem medo de mostrar o que há de errado na Polícia mais bem conceituada do Brasil.

    A PF maravilhosa que a mídia vende é maquiada, é a máscara da perfeição que não existe e nós cansados de sermos massacrados por Min. Paulo Bernardo, Min. Tarso e todo o Governo Lula, resolvemos sair às ruas, ocupar os principais palcos da democracia do nosso amado Brasil e denunciarmos este desGoverno.

    Somos poucos em todo o país, mas no momento em que contarmos com mais jornalistas como Políbio e como você, que não tenham medo de estampar esta triste realidade dos servidores administrativos da PF, nos tornaremos muitos.

    No dia 24/06, fomos a "marolinha" na esquina democrática que conquistou e mostrou a muitos gaúchos que quem mente uma vez, mente sempre; e o pior é que ele próprio acredita nesta deslavada mentira!

    Na próxima semana, estaremos em Florianópolis onde a Sen. Ideli Salvatti é a candidata da continuidade do Governo Lula e na seguinte no Paraná na "boca maldita" onde a esposa do Min. paulo Bernardo é candidata ao senado.

    Devemos retornar ao Rio Grande do Sul, depois deste giro por Parané e Santa Catarina, para verificar se Tarso, já candidato ao goveno, subirá no nosso palco, na Esquina Democrática, para explicar o que não têm explicação.

    Nós, administrativos, não oferecemos apoio a nenhum candidato, não temos partido e acreditamos que a urna deva escolher o melhor; por isso, faremos a nossa parte como cidadãos informando a população da mesma forma respeitosa e democrática que até hoje utilizamos.

    Não desejamos que a ditadura seja institucionalizada neste país, através do voto popular, o que seria muito triste.
    Políbio, Lobão, mais uma vez parabéns!

    ResponderExcluir