Páginas

segunda-feira, 17 de maio de 2010

ENCERRADO ACORDO PSDB E PPS

O PPS e o PSDB firmaram um acordo primário para a coligação em 2010, tanto na chapa majoritária quanto na proporcional (eleição de deputados estaduais e federais). O PPS não exigiu presença na chapa majoritária, mas, sim, a coligação proporcional sem a presença do PP ou de qualquer grande partido, que pudesse inviabilizar a disputa justa para a eleição de deputados.

O PPS tem o maior respeito pela Governadora Yeda Crusius e reconhece os méritos do seu governo – que ajudou a eleger e construir -, bem como sua coragem pessoal para promover o ajuste das contas públicas no RS. Portanto, o PPS não é fator de constrangimento para a aliança PSDB/PP.

Considerando o interesse e a necessidade do PSDB em coligar com o PP, para obter apoio à Governadora, inclusive atendendo à exigência de coligação nas eleições proporcionais, o PPS resolve, após ouvir a Executiva, as bancadas Estadual e Federal:

1. liberar o PSDB do compromisso assumido com o PPS, permitindo que ele (PSDB) decida e firme a melhor coligação possível pela reeleição da Governadora;

2. reiniciar, a partir de agora, o processo de constituição de alianças para as eleições de 2010, sem restrições.

O PPS retomará as reuniões internas com a base partidária, ouvindo vereadores, prefeitos e vices, deputados estaduais e federal, identificando o melhor caminho a seguir e mantendo a premissa de trabalhar pelos interesses do RS e fazer o melhor para o PPS.

A partir da posição partidária interna, todas as possibilidades de coligações à chapa majoritária e proporcional serão avaliadas.

Em 16 de maio de 2010,

Executiva Estadual do PPS

Nenhum comentário:

Postar um comentário