Páginas

domingo, 9 de maio de 2010

CHEFE DA POLICIA CIVIL ANUNCIA SAIDA DO CARGO

O subchefe de polícia, delegado Álvaro Steigleder Chaves, assumirá o cargo temporariamente.
O chefe de Polícia Civil do Rio Grande do Sul, delegado João Paulo Martins, anunciou neste domingo que vai deixar o cargo. Ele foi empossado em janeiro de 2009 e deveria permanecer até o final do atual mandato da governadora Yeda Crusius, segundo informações da Rádio Gaúcha.
Martins é delegado de Polícia desde 25 de julho de 1985. Durante a carreira, de quase 24 anos na instituição, foi titular das delegacias de Barros Cassal, Ijuí, Santo Augusto, Parobé e da 1ª Delegacia de Polícia de Cachoeirinha.Em funções administrativas na corporação, Martins ocupou, entre outros cargos, o de diretor do Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (Deca), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), da Academia de Polícia (Acadepol) e a subchefia de Polícia. Desde 1997 integra o Conselho Superior de Polícia.

Há algumas semanas, o nome de Martins foi ligado ao sumiço de uma pistola funcional da Polícia, uma Taurus calibre .40. O desaparecimento da arma teria sido notado após o carro dele ter sido retirado de uma garagem da própria Polícia Civil, onde estava para lavagem. O registro da perda da pistola foi feito por um subordinado dele.

Mas há quem diga que o interino não fica. A governadora Yeda Crusius manifesta há algum tempo o desejo de que mulheres ocupem cada vez mais postos-chave na administração. Seria a vez de uma voz feminina no comando da Polícia Civil? Uma das possibilidades seria entregar o cargo para a delegada Estella Maris Simon, ex-presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e amiga de João Paulo Martins. De reconhecida competência, um trator no trabalho, Estella foi recentemente promovida a delegada de 4ª classe, a última na carreira - e também um pré-requisito tradicional para que algum policial seja guindado à Chefia de Polícia. Não será surpresa se for a hora de uma mulher chefiar o segmento investigativo da Segurança Pública no Rio Grande do Sul.

Foto: Antonio Paz/Palácio Piratini/Arquivo

Nenhum comentário:

Postar um comentário