Páginas

terça-feira, 23 de março de 2010

MATERIA VEICULADA NO MARISCO 138

Hà decadas todas as lagoas em nosso litoral estão interligadas por canais naturais, cresci pescando e navegando nas lagoas de Cidreira, Pinhal e Quintão com meu pai e meus tios.
As lagoas do Quintão, Cerquinha, Cidreira e Fortaleza, desaguam no Rio Tramandaí. Para manter o nivel da lagoa de Cidreira a Corsan construiu uma represa no canal que liga esta lagoa que desagua no Rio Tramandaí. Isso ja fazem uns bons anos.
Eu e meus familiares navegamos e pescamos nas lagoas da Fortaleza, Cidreira, Cerquinha e Quintão, e constatamos que os peixes tem sumido cada vez mais no decorrer destes anos.
Pensei comigo, deve ser por causa da poluição, ou esta lagoa deve estar muioto batida, muita gente pescando. Mas mesmo assim continuei a pescar e navegar.
Resolvi conhecer a tal represa que foi construida pela Corsan, e ao chegar lá, contatei a enorme quantidade de peixes que tentam subir, vindo do Rio Tramandaí e param diante da tal represa.
Por não haver "escadaria" para os peixes subirem e desovarem nas lagoas acima tambem não ha reprodução na piracema.
Certamente esta represa foi construida sem a devida licença ambiental, pois desconheço que em algum lugar no Brasil tenha tido algum tipo de autorização para uma construção desse tipo, que impeça a reprodução de peixes durante a piracema.
Resumindo:
A Corsan conseguiu manter o nivel das aguas da Lagoa da Fortaleza e Cidreira, e o preço disso foi a extinção dos peixes em mais de 40KM de lagoas acima pelo que eu pude constatar no GOOGLE.
Esta matéria assinada pelo nosso amigo Lutiano Weiss e com foto dele, mostra a realidade das nossas lagoas, vista por um morador.

Um comentário: