Páginas

quinta-feira, 2 de julho de 2009

CORAGEM, MAIS UM POLICIAL MORTO.


A morte de um policial militar em tramandaí na manhã de quinta-feira (02/07) nos faz voltar ao assunto da in-segurança publica, mas quero ver pelo meu ângulo o do policial, que na verdade, esta muito mais inseguro porque alem de ter que lutar contra armas muito melhores do que as suas, veículos muito melhores e mais velozes, ainda tem de cumprir a lei e satisfazer aos grupos de direitos humanos.
Veja, se um policial for atender uma ocorrência de arma na mão, será execrado pela opinião publica, e se um assassino andar de arma na mão o cidadão não diz nada e nem retruca, pois tem medo da represália.
Infelizmente perdemos mais um colega e profissional de segurança, que estava cumprindo com seu dever e morreu aos 27 anos de idade, os assassinos estão na rua, serão presos, e se algum juiz não decidir que precisam ficar soltos, por não causar dano a sociedade, pois é isso que parece, “que matar policiais é direito do meliante, pois afinal policial é pago para isso”, e ainda tem o dever de proteger o assassino do seu colega.
O policial é um cidadão, que trabalha para sustentar sua família e criar os seus filhos, se possível em um mundo melhor, e que só será melhor se tivermos segurança para ele trabalhar e para proteger o cidadão e suas famílias.
Um forte abraço a todos e saibam que este policial não é o primeiro e não será o ultimo a morrer cumprindo o seu dever, mas de uma coisa você pode ter certeza, que todos os policiais tem uma só idéia, proteger a você e fazer cumprir as leis do país, leis que fazem muito pelos criminosos e não para o cidadão. Mas este é outro assunto. E como mostra a foto esta é a realidade da segurança publica, “coragem a estúpida irmã da morte”.