Páginas

sexta-feira, 10 de abril de 2009

PSDB X PT E PMDB

No próximo ano teremos eleições gerais no pais, onde escolheremos, deputados estaduais, federais, senadores, governadores e presidente da republica. Já temos alguns candidatos lançados como Dilma do PT, como Serra do PSDB e Aécio também do PSDB, com mais alguns que deverão aparecer por ai ainda, como Cristovan Buarque do PDT.
Alguns partidos por medo de perder não lançam candidatos, pois aguardam o 2º turno para encostar-se em alguém com chance de vitória, para ficarem sempre por dentro e mamando nos mais diversos governos pelo pais, e a culpa é de alguns políticos que não deixam dentro de suas bases, criar novas lideranças o que é o caso do PMDB, que pegou o candidato do PPS e lançou como seu na prefeitura de Porto Alegre.
E agora esta querendo tirar o Governador de Minas Gerais, Aécio Neves do PSDB para concorrer a Presidente por sua sigla, podemos crer que esta seja a verdadeira intenção do PMDB, ou podemos nos aprofundar na política e dizer que isto é mais um golpe do partido, que trazendo o Governador para seus quadros estaria enfraquecendo uma possível chapa formada por Jose Serra e Aécio Neves, que se analisarmos profundamente seria um osso muito duro de roer e de bater, portanto o PMDB a serviço do PT, pois detem um grande numero de cargos e aumentaria muito a benevolencia do PT, e assim a chance do Lula colocar a presidente de sua confiança no Palácio do Planalto seria muito maior, e com o aval e "esforço" do partido aliado.
Em matéria publicada pelo Jornal o Estadão de São Paulo, o Presidente Lula, representado por um interlocutor, demonstra sua preocupação com a possível chapa a ser formada entre Serra e Aécio para a disputa das eleições 2010.

Confiram:

"É nesse cenário que um interlocutor de Luiz Inácio Lula da Silva informa que o presidente está "trabalhando fortemente" para descolar Aécio do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), provável presidenciável tucano. O objetivo dessa articulação é tentar impedir, a qualquer custo, que o governador mineiro componha a chapa presidencial tucana, como vice.
Lula confidenciou a amigos que teme a união da dupla de governadores dos dois maiores colégios eleitorais do País. Nesse caso, setores do Planalto e do PT avaliam que vencer o PSDB seria missão praticamente impossível para Dilma. Daí o esforço para descolar Aécio de Serra e arregimentar todos os aliados do governo na região a aclamar o governador como candidato de consenso ao Senado".

Um forte abraço a todos, e vejam vocês que em politica nem tudo o que parece é, pois as vezes o inimigo, é o melhor amigo, e em nossa cidade já tivemos este tipo de acordo ou alguém já esqueceu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário